sábado, 5 de abril de 2008

A Luz Real


Um abajur azul,

Com sua arquitetura enviesada,

Lança luz e sombras

Sobre as paredes

Que só ostentam, agora, os traços

Do quadro, que nem lembra-

Tão expressivo-

Que um quarto é sempre

Feito para o amor.

Está tudo azul

Parece em toda parte,

Mas, sigo, infeliz,

Buscando na arte

A felicidade que se foi

E a alegria,

Que só o teu sorriso me trazia,

Com a verdadeira luz azul

Do nosso amor.

O encontro da Imagem com a Palavra.

Minha foto
A fotografia interagindo com a poesia...num encontro triunfal.