segunda-feira, 19 de julho de 2010

Eu quero te dizer


Eu quero te dizer, minha menina,

Que és como um quindim,

Doce, doce para mim.

És também, talvez,

Pela proximidade do mar

Também salgada

Como se bolacha fosse

De água e sal,

Porém, és mais que massa,

Doçura e sal.

És uma santa pecadora

Que criou o carnaval

E ainda por cima

Devo dizer

Que não fotografas nada mal

E tuas palavras

Me enchem de alegria e de saudade

Apesar de na minha idade

Olhar para você

Como quem sonha

Com o que não há mais

E mistura a ilusão com o real

Num sonho

Que tudo tem de natural.

O encontro da Imagem com a Palavra.

Minha foto
A fotografia interagindo com a poesia...num encontro triunfal.