quarta-feira, 22 de abril de 2009

DEVANEIO



Pode ter sido a chuva

Pode ter sido a pedra

em que topei,

mas, sei que, de repente,

me toquei:

onde você estará?

Em alguma janela

molhada de

pingos de luz e água
qual uma madona moderna

esperando por Jesus?

Pergunto,
se um por um dia,

os acordes de uma canção
não pareciam minha voz

clamando em vão…

Não! A luz,

como a realidade,

não se desfaz

feito a imensa e verdadeira

falta que me faz.

O encontro da Imagem com a Palavra.

Minha foto
A fotografia interagindo com a poesia...num encontro triunfal.